Selecione sua Região
Buscar Notícias

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Tênis/ Tênis de Mesa: Notícias
Com virada histórica, Thiem enfim fatura seu 1º Slam

Postado em: 14/09/2020

Aos 27 anos, Thiem se torna apenas o segundo austríaco a vencer um dos quatro principais torneios do circuito. Imagem: Getty Images

Pela primeira vez na Era Aberta, o campeão do US Open foi definido com uma virada de 2 a 0 e num tiebreak do quinto set. Derrotado nas três primeiras finais de Grand Slam que disputou, o austríaco Dominic Thiem não poderia ver sua primeira conquista neste nível acontecer de maneira mais épica, saindo do buraco para bater o alemão Alexander Zverev na decisão deste domingo com o placar final de 2/6, 4/6, 6/4, 6/3 e 7/6 (8-6), após 4h02 de confronto.

Thiem não apenas perdeu os dois primeiros sets, mas também chegou a ter quebra de desvantagem no terceiro, mas não esmoreceu e foi buscar uma inacreditável virada. A última vez que um campeão do torneio conseguiu se recuperar após estar 2 sets a 0 abaixo foi na era amadora, em 1949, quando o norte-americano Pancho Gonzales derrotou o compatriota Ted Schroeder.

Para dar ainda mais importância ao feito de Thiem, ele foi o primeiro a conseguir uma recuperação após perder os dois primeiros sets em uma final de Slam em piso rápido desde o começo da Era Aberta. Antes deste domingo, foram apenas quatro viradas assim, todas em Roland Garros e a última delas em 2004 com Gaston Gaudio batendo Guillermo Coria em decisão 100% argentina.

Aos 27 anos, Thiem se torna apenas o segundo austríaco a vencer um dos quatro principais torneios do circuito, algo que até então apenas Thomas Muster havia conseguido ao erguer a taça de Roland Garros em 1995. Ele também é o terceiro a faturar um Slam após perder pelo menos as três primeiras finais que disputou, se juntando a um seleto grupo que tem Andy Murray, Andre Agassi, Goran Ivanisevic e Ivan Lendl.

Final começou com domínio alemão

Assim como aconteceu na final feminina, a decisão masculina também começou com amplo domínio de um dos lados. Embora fosse a primeira final de Slam do alemão, ele começou solto em quadra, não dando chances a Thiem. Com 92% de aproveitamento com a primeira bola, Zverev venceu 16 dos 19 pontos que jogou com o saque e assim conseguiu também pressionar o serviço do austríaco, que por sua vez não estava se encontrando no fundamento.

Thiem sofreu em seus games de serviço, muito em função de colocar apenas 37% das primeiras bolas em quadra. Atacando bastante o segundo saque do rival, Zverev conseguiu vencer 48% dos pontos na devolução e concretizou dois dos três break-points que teve para fechar o set. O alemão ainda dominou nas bolas vencedoras (16 a 4) e cometeu menos erros não forçados (6 a 8).

O segundo set começou no mesmo ritmo do anterior, novamente com amplo domínio de Zverev, que chegou a abrir 5/1 e teve três set-points para fechar no sexto game. Só que o austríaco não apenas conseguiu se salvar nas três oportunidades, mas também buscou devolver uma das quebras no game seguinte, quando enfrentou mais um set-point contra. A reação parou por aí e a vantagem do alemão no jogo foi ampliada para 2 a 0.

Recuperação de Thiem empata o jogo

A situação do atual número 3 do mundo ficou ainda mais complicada ao sofrer uma quebra no terceiro game do terceiro set. Só que Thiem conseguiu devolver o break imediatamente e com isso entrou mais na partida. O aproveitamento de primeiro serviço subiu para 74% e com isso o austríaco teve mais tranquilidade, ficou mais sólido na base, parou de errar o forehand e com isso pôde atacar Zverev, que vacilou no décimo game, perdeu o serviço e a parcial.

Melhor desde o final do terceiro set, Thiem estava mais solto e confiante em quadra, cometeu apenas dois erros (10 a menos que o alemão), apesar de ter acertado apenas 45% dos primeiros serviços. A eficiência de Zverev caiu na rede para 5 pontos em 10 subidas, com isso perdeu o saque no oitavo game e não se recuperou mais.

Decisão veio em set emocionante

O set que iria definir o novo campeão do US Open não poderia ter um enredo mais animado. Começou com uma quebra logo no primeiro game para Thiem, que fez valer o melhor momento no jogo. Contudo, o alemão devolveu o break logo na sequência não deixou o rival escapar. Os games finais foram emocionantes, Zverev obteve nova quebra e foi o primeiro a sacar para o jogo, em 5/3. Veio então a reviravolta do austríaco, que teve 6/5 e saque, mas também não confirmou.

Após quase quatro horas de embate, o tiebreak foi o fiel da balança. Sentindo um pouco a perna que o incomodou antes de sacar para fechar, Thiem passou a não atacar mais de revés e ficou praticamente só com os slices no backhand. Zverev até tentou aproveitar a chance, mas com duas duplas faltas acabou levando a pior. O austríaco virou para 6-4, mas não finalizou com o saque e só conseguiu chegar a novo match-point com uma sequência de três tentativas de passada. Por fim, a bola de Zverev escapou e Thiem se jogou ao chão. Foi o 17º troféu da carreira, que valeu também US$ 3 milhões.

tenisbrasil.uol.com.br 

Oferecimento:


 
Mais notícias
Com virada histórica, Thiem enfim fatura seu 1º Slam
Postado em: 14/09/2020 :: Pela primeira vez na Era Aberta, o campeão do US Open foi definido com uma virada de 2 a 0 e num tiebreak do quinto set. Derrotado nas três primeiras finais de Grand Slam que disputou, o ...
Soares conquista 2º US Open e o sexto Grand Slam
Postado em: 11/09/2020 :: Exatamente no dia em que comemora os quatro anos de seu primeiro título de US Open nas duplas masculinas, Bruno Soares voltou a conquistar o Grand Slam norte-americano. Número 2 do ...
Sem Nadal e Federer, US Open começa com favoritismo absoluto de Djokovic; Wild joga nesta terça
Postado em: 31/08/2020 :: Um US Open silencioso começa nesta segunda-feira em meio a pandemia. O primeiro Grand Slam desde o início da crise de coronavírus acontece em um cenário quase irreconhec&ia...
Animado, Djokovic confirma sua presença no US Open
Postado em: 14/08/2020 :: Depois de um pouco de mistério, o sérvio Novak Djokovic enfim se pronunciou sobre a disputa dos torneios norte-americanos. Nesta quinta-feira, o número 1 do mundo divulgou um comu...
Dimitrov, Coric e membros de comissão técnica testam positivo para COVID-19 em meio a tour de Djokovic
Postado em: 22/06/2020 :: Grigor Dimitrov e Borna Coric divulgaram que estão com coronavírus. Os dois participaram de um tour de exibição de Novak Djokovic que teve jogos de tênis na S&ea...