Selecione sua Região
Buscar Notícias

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Notícias: Corinthians de Margarida
Copa Amop Retrô: Corinthians vence Cafelândia e conquista título inédito para Marechal Rondon

Postado em: 22/07/2020

Em 2014 o Corinthians de Margarida/ Prefeitura de Marechal Rondon conquistou o inédito título da Copa Amop de Futebol Amador.

O ano de 2014 está marcado para sempre na história do futebol amador de Marechal Rondon. Há seis anos, quando Zé Maria levantou o até hoje inédito troféu da Copa Amop, o Corinthians de Margarida colocava nossa cidade na seleta galeria dos campeões da competição regional.

Comandado pelo técnico Roberto Nunes, o Corinthians contou com a colaboração de grandes craques do nosso futebol. Além da lenda Zé Maria, nomes como Maga, Fabiano, Maicon Schaffer, Rafa Kerber, Assolan, Renan Nunes, Zé Colmeia, Marciano, Tinho, Bolha, Marcelo Basi, Neguinho, Bocão, Marlon Winter, Maicon Seko, Zonta, entre outros, escreveram seus nomes no pôster eternizando na sede do alvinegro de Margarida.

Após uma 1ª fase com apenas dois jogos contra Palotina, pois Toledo foi eliminado devido a um W x O, o Corinthians trilhou um caminho seguro até a decisão, passando por Santa Terezinha de Itaipu nas oitavas, Anahy nas quartas e Cascavel na semifinal.

No primeiro duelo da final, Maicon Schaffer comandou a vitória por 3 a 2 no Valdir Schneider.

A história inesquecível do que aconteceu dia 14 de dezembro de 2014 em Cafelândia você recorda agora:

É campeão! Corinthians vence Cafelândia e conquista título inédito para Marechal Rondon

Adversário qualificado, pressão da torcida, arbitragem caseira. Nada foi capaz de impedir a conquista histórica do Corinthians de Margarida/ Prefeitura de Marechal Rondon/ Assemar na Copa Amop de Futebol Amador.

A partida no lotado estádio Djalma Pina da Silva, em Cafelândia, que recebeu cerca de 5 mil torcedores para decisão, teve contornos épicos, com três viradas, golaços e todos ingredientes de uma grande final.

A vantagem de ter vencido o jogo de ida por 3 a 2, em casa, acabou para o Corinthians logo a 5’ de jogo, quando o zagueiro Cadu aproveitou a sobra na área após cobrança de falta e abriu o placar para o Cafelândia, levando à loucura os milhares de torcedores presentes no estádio.

O gol sofrido poderia ter assustado os rondonenses, mas isso não aconteceu. Com tranquilidade, o Corinthians soube segurar a pressão e aos poucos construía suas chances. Nas duas primeiras, Assolan, da entrada da área, e Maicon Schaffer, em cobrança de falta, chutaram fraco para defesas tranquilas de Fabiano. Aos 16’, Zé Colméia ganhou a dividida e foi derrubado por Marcos Paulo dentro da área. Pênalti. A responsabilidade recaiu sobre Fabiano. Com categoria, o camisa 8 deslocou seu xará e deixou tudo igual para o Corinthians (assista o gol na página inicial do site).

Nos minutos seguintes Cafelândia retomou as ações e pressionou bastante a defesa rondonense, com vários escanteios e a flagrante colaboração do árbitro Gilson Peneiro, que a todo momento marcava faltas inexistentes para os mandantes próximas da área. Em uma delas, aos 35’, Rael chutou com perigo. Logo em seguida, o mesmo Rael chutou cruzado e balançou a rede pelo lado de fora.

No primeiro escanteio a seu favor, aos 40’, Renan jogou na área, a defesa não conseguiu afastar, e com a percepção fatal de um centroavante, o zagueiro Maicon Seko travou o chute de Adriano e a bola foi morrer no canto esquerdo de Fabiano.

Mas a primeira etapa tinha muito a mostrar antes dos acréscimos exagerados de 7 minutos do árbitro. E quem apareceu foi o matador Rodrigo Monarca, goleador da Copa Amop com 17 gols no total. Primeiro, Maga salvou duas cabeçadas do camisa 9, mas aos 46’ não teve jeito. Após boa trama ofensiva, Josimar deixou Monarca livre, e com categoria ele tocou na saída de Maga para empatar. Aos 49’, o veterano lateral-esquerdo Nildo levantou na cabeça de Monarca: 3 a 2 e festa da torcida local.

A virada incrível ainda no primeiro tempo parece ter relaxado o Cafelândia, que voltou do intervalo achando que faria o gol do título a qualquer momento. Durante 30 minutos os mandantes tiveram maior domínio, com duas chances desperdiçadas, por Monarca e Cleytinho, que mandaram para fora. O resultado levaria a decisão para os pênaltis, mas a história da final começou a mudar quando Fabiano foi derrubado na meia-direita. Com uma cobrança perfeita, Zé Maria mostrou toda sua categoria e acertou o ângulo esquerdo de Fabiano, que saltou apenas para sair na fotografia.

O empate abateu o Cafelândia, e quem aproveitou foi a dupla Fabiano e Bolha, que praticamente não jogou a Copa Amop, mas acabou sendo importantíssimo na final. Aos 33', Fabiano, o melhor em campo, fez linda jogada pela esquerda, chegou na linha de fundo e levantou na cabeça de Bolha, que só teve o trabalho de cumprimentar Fabiano e virar outra vez o marcador.

Para selar o título com chave de ouro, aos 37' Bolha recebeu na meia de Fabiano e, com espaço, viu o goleiro adiantado antes de dar um lindo toque por cobertura e fazer um golaço. Com 5 a 3 no placar a comemoração já começava no banco de reservas rondonense, mas a festa teria que esperar mais alguns minutos, isso porque aos 39' Luizinho levantou na cabeça de Monarca, que descontou novamente. Com mais absurdos 5 minutos de acréscimos, o drama seguiu até o último instante, quando o árbitro deu toque de mão de Marciano dentro da área. O pênalti cobrado por Rodrigo Monarca seria o último ato da Copa Amop, e o chute para fora foi o início da festa inesquecível do Corinthians de Margarida.

Ficha técnica - Cafelândia 4 x 5 Corinthians/ Prefeitura de Marechal Rondon/ Assemar

Local e data: estádio Djalma Pina da Silva- 14/12

Arbitragem: Gilson Peneiro, Agnaldo Oliveira, Everton do Carmo, Fabio de Camargo e Osmar Ferreira

Cafelândia: Fabiano; Cleytinho (Luizinho), Marcos Paulo, Cadu e Nildo (Paulo); Adriano (André), Everton, Josimar (Everton dos Santos) e Rael; Vitor e Rodrigo Monarca. Técnico: Edmilson Braga

Corinthians: Maga; Maicon Seko (Djonathan), Zé Maria e Zonta; Renan, Marciano, Assolan, Maicon Schaffer (Marcelo Basi, depois Patrike) e Rodrigo Nunes (Tinho); Fabiano (Renatinho) e Zé Colméia (Bolha). Técnico: Robson Nunes

Gols:

Cafelândia: Cadu (aos 4’ do 1ºT) eRodrigo Monarca(aos 46’ e 49' do 1ºT e 39' do 2ºT).

Corinthians: Fabiano (aos 16’ do 1ºT); Maicon Seko (aos 40’ 1ºT); Zé Maria (aos 30' do 2ºT) e Bolha (aos 33' e 37' do 2ºT)

Melhor entre as 25 equipes que iniciaram a competição, o Corinthians teve uma campanha digna de campeão. Em 10 partidas disputadas, foram sete vitórias, dois empates e apenas uma derrota, com 26 gols marcados e 18 gols sofridos.

Um dos mais festejados após o apito final, o técnico Robson Nunes não conteve a emoção. “Depois que me tornei técnico, sempre almejei um título desse nível. Já conseguimos vários títulos amadores na região de Marechal Rondon, mas sempre quis participar desse campeonato e ter essa conquista. Hoje me sinto com a alma lavada com essa vitória e principalmente ao ver a felicidade dos jogadores, do Bira e daqueles que ajudaram a organizar a equipe. No início pensamos apenas em participar, mas acabamos chegando na final e conquistando esse campeonato fora de casa”, comemorou.

Para o diretor esportivo do Corinthians de Margarida, Ubiratan Clasen, o Bira, trazer a taça de campeão tem significados igualmente relevantes. “Essa conquista ganha ainda mais importância porque o Corinthians completará em maio 50 anos de fundação, e também a esses atletas que batalharam, correram atrás, fizeram um ótimo jogo, assim como haviam feito em Marechal e durante toda a competição. Quero agradecer a todos os jogadores, a comissão técnica, e também a Assemar e Prefeitura de Marechal Rondon, que sempre nos deram apoio. Foi uma grande partida, e fomos brindados com esse título inédito em uma competição macrorregional”, agradeceu.

Como prêmio, o Corinthians vai receber da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná uma moto 0km. O Cafelândia, vice-campeão, fica com R$ 4mil. O 3º lugar ficou com Cascavel, que venceu na preliminar Serranópolis do Iguaçu por 3 a 2.

Texto e Fotos: Gustavo da Cunha/ site Olhonabola

Acesse:  http://www.olhonabola.com.br/listar_noticias_equipe/2/corinthians_de_margarida  e confira todas as matérias e fotos relacionadas a este grande título.

Oferecimento:


 
Mais notícias
Copa Amop Retrô: Corinthians vence Cafelândia e conquista título inédito para Marechal Rondon
Postado em: 22/07/2020 :: O ano de 2014 está marcado para sempre na história do futebol amador de Marechal Rondon. Há seis anos, quando Zé Maria levantou o até hoje inédito trofé...
Corinthians/ AACC fecha 1ª fase da Copa Amop com derrota em Cafelândia; vaga ainda é possivel
Postado em: 01/10/2018 :: Em duelo válido pela 4ª rodada da fase de classificação da Copa Amop 2018, o Corinthians/ AACC/ Prefeitura de Marechal Rondon foi neste domingo (30) até Cafelând...
Corinthians/ AACC visita atual campeão para confronto decisivo pela Copa Amop
Postado em: 28/09/2018 :: Jogo decisivo para o Corinthians/ AACC/ Prefeitura de Marechal Rondon na Copa Amop 2018. Neste domingo (30), às 15h30, no estádio Djalma Pina, em Cafelândia, o time do técni...
Corinthians/ AACC é derrotado em casa e se complica na Copa Amop
Postado em: 23/09/2018 :: Dois jogos movimentaram neste domingo (23) a 3ª rodada da fase de classificação da Copa AMOP de Futebol Regional. No estádio Mangold Hansen, o Corinthians/ AACC/ Prefeitura d...
Corinthians/ AACC recebe Anahy neste domingo podendo se aproximar da vaga na Copa Amop
Postado em: 21/09/2018 :: Confronto decisivo para o Corinthians/ AACC/ Prefeitura de Marechal Rondon na fase de classificação da Copa AMOP de Futebol Regional. Após assumir a liderança do Grupo B co...